Quem faz parte?


Parceria CNU - Ancine

O Programa Brasil de Todas as Telas lançou, há algum tempo atrás, cinco editais regionais destinados à produção de conteúdo audiovisual para o campo público de televisão.

Agora a Agência Nacional de Cinema (ANCINE) disponibiliza as obras que foram produzidas em todas regiões brasileiras, e que são fruto dessas chamadas públicas.

E o Canal Universitário não poderia ficar de fora, e vai exibir em sua grade de programação estas obras audiovisuais.

A programação é bastante variada, há desde séries de animação e ficção para o público infantil, passando pelas séries documentais para o público jovem até séries e telefilmes para o público adulto.

E você telespectador vai conferir diariamente estes conteúdos em três faixas horárias! Reservamos o horário das 9h de segunda a domingo para a exibição das obras destinadas ao público infantil.

Já os programas voltados para o público jovem podem ser assistidos sempre a partir das 17h, também de segunda a domingo.

Os conteúdos produzidos para os adultos podem ser acompanhados às 23h de segunda a domingo.

Os documentários e telefilmes também ganharam horários, para assistir o que há de mais interessante na produção independente do Brasil, basta assistir as obras que serão veiculadas aos sábados às 23h e aos domingos às 21h30.

O nosso objetivo é diversificar ainda mais nossa programação, enaltecendo sempre a produção audiovisual brasileira.

Assista, acompanhe as séries, comente e divulgue!



#Partiu Brasil
a história do Brasil contada de forma divertida e dinâmica, em trechos rápidos e engraçados, de forma crítica e divertida. O telespectador viaja na história, visitando várias épocas em um mesmo episódio.                                                                                                                                          

As lendas da turma do Jambu
cada episódio da série trata de uma lenda do folclore brasileiro e a Turma do Jambu interage com cada uma das lendas em histórias imaginativas e cheias de aventuras.                                                                                



Blog da Mari
“Blog da Mari” é um convite à aventura em busca dos fenômenos e a ordem natural, onde crianças, na companhia de pesquisadores, formulam e exercitam suas hipóteses sobre o mundo e questões à sua volta.                                                                                                                                                                          


Um filme de cinema
Bebel e seus amigos resolvem fazer um filme. A partir de sua câmera, a menina começa a redescobrir o mundo. O filme é também um motivo para a filha começar a aproximar-se da história do cinema e de seu pai, um cineasta em crise criativa.                                                                                                                                                                          

O colorido mundo de Dalton
Dalton, um menino de oito anos, é portador de daltonismo, uma deficiência visual que o impede de diferenciar as cores. Ao ganhar do avô óculos que corrigem esse problema, ele descobre que os óculos são mágicos e permitem a ele ver coisas além de sua imaginação. A partir disso, Dalton vai viver aventuras no mundo imaginário e no mundo real.                                                                                                                                                                          

Tá na hora de Brincar
voltada ao público infantil de 3 a 12 anos de idade apresenta brincadeiras tradicionais explicadas e demonstradas por crianças, com a ajuda de um palhaço brincalhão chamado Tananá.                                                                                                                                                                          

O mundo da gente
retrata o encontro e a interação entre duas crianças de universos socioculturais e geográficos bastante distintos, mas que têm algo em comum; compartilham uma paixão, participam de alguma atividade similar ou portam características que as aproximam entre si e as diferenciam das demais                                                                                                                                                                          

Giramundo
série de documentários sobre a diversidade cultural brasileira vista através do olhar de crianças entre 9 e 13 anos, que viajam pelo país para brincarem juntas e conhecerem comunidades e culturas diferentes.                                                                                                                                                                          


Pelas Beiradas
a série é um convite ao debate sobre os jovens da periferia, os preconceitos e dificuldades que eles enfrentam. É uma discussão também sobre a sociedade brasileira e a construção de um novo mundo.                                                                                                                                                                          

Desde Junho
Tomando como pano de fundo os protestos de 2013, a série discute, por meio de material de arquivo e entrevistas, a onda de manifestações que tomou conta do país e entrou para a história como as Jornadas de Junho.




Vento Sul
Apresenta uma trama de olhares e temas inéditos sobre personagens que – soprados pelos ventos do Sul – protagonizaram as grandes migrações das áreas rurais para os centros urbanos.




Meu Skate não é Enfeite
um coletivo de skatistas de Goiânia luta pela manutenção de uma das mais tradicionais pistas de skate da cidade vendida a uma construtora.                                                                                                                                                           



Axogun
Os irmãos Vitor e Clara, ambos negros, vivem realidades bastante distintas: Vitor foi criado pelos patrões de sua mãe, empregada doméstica de uma rica família branca; Clara foi criada por sua avó negra, na periferia de São Paulo.



Vida Fluxo
Cinco jovens de diferentes realidades e diferentes classes sociais se encontram por meio de vídeos, trocando opiniões e ideias pela internet.                                                                                                                                              



Fantasmas da casa própria
é uma série de cinco episódios que aborda a sedimentação dos processos de desigualdades sociais e de raça, a partir das relações de moradia e das disputas em torno do território da cidade.



Trabalhar pra quem?
Série documental sobre o trabalho nos dias de hoje. A série conta a história de jovens que são a primeira geração de universitários de suas famílias.



Defensores
O retrato de um Brasil contemporâneo que luta contra a desigualdade social.                          





O céu de lá
a série aborda o tema da migração na história da formação do Brasil, focalizando a questão do registro, do retrato, da representação das memórias dos migrantes.                          



Um lugar para chamar de C.E.U
série documental sobre a história e as experiências de cinco jovens moradores da Casa do Estudante Universitário do Paraná - CEU, cada um em um estágio diferente na universidade e na vida, todos de lugares diferentes do Brasil.